25 julho, 2014

Resenha Eleanor e Park

   São 23:01 e acabei de terminar o maravilhoso Eleanor e Park.
   Bom, a história gira em torno do primeiro amor. Já na primeira página nos damos de cara com um spoiler, isso só faz com que o livro se torne mais encantador ainda. Com várias referencias a gibis e música punk conhecemos o nem-um-pouco-clichê, Park. Que ao se deparar com Eleanor apenas sente vergonha alheia por ela. Durante boa parte das primeiras 100 páginas Park nem sequer fala com a Eleanor, mas mesmo assim consegui sentir uma conexão entre eles. Eleanor vem de uma família que está desestruturada, ela tem uma vida miserável – do tipo que nem escova de dentes tem. Já Park tem uma família quase perfeita.
   O que mais gostei foi o jeito simples e fluido que a autora colocou, sempre nos mostrando os dois lados da moeda. Achei esse livro tão diferente das premissas que temos, ele é extremamente original numa industria saturada.
   Eu sentia a necessidade de lê-lo aos poucos, apenas para degustar, para que durasse mais. É tão bom! Acho que qualquer pessoa que já se apaixonou vai se identificar com Eleanor e Park. Li em três dias e sinto que deveria ter adiado mais, mas não consegui. E o final? OMG. Eu simplesmente não percebi quando ele chegou, queria mais Eleanor e Park. Não curti duas atitudes deles no final, mas foi compreensível. Continua sento um ótimo final.

   Ouvi dizer que vai ter continuação, e que o filme começa a ser gravado ano que vem. Amei essa leitura, entra para o topo das minhas melhores leituras. Personagens extremamente reais e originais. O que mais dizer? Apenas leia o mais rápido possível!


"Quando ela ficava de mãos dadas com Park, mal podia ouvir seus próprios pensamentos." 

“Talvez eu não sinta atração por meninas de verdade, pensou ele na época. Talvez eu seja uma espécie de tarado por gibis.”






19 julho, 2014

Consumidores insatisfeitos com a SARAIVA!


Bom, já expus meu problema aqui, e através de debates num grupo literário li as reclamações de consumidores para com essa empresa maldita.

Inês Eduardo O meu aconteceu dessa forma paguei dia 5, e a postagem aconteceu somente no dia 16, a data prevista de entrega era dia 22, mas meus livros chegaram hoje antes do prazo deles, apesar da demora minha preocupação era como os livros iriam chegar. Mas chegar bem embalados tudo ok!

Scarlit Oliver Querida tive que recorrer ao reclameaqui.com.br para o livro que comprei no dia 30 do mês passado e até o dia 15 desse mês não tinha sido enviado. E tô correndo atrás da segunda compra feita no dia 04 e até nunca foi postado, Saraiva nunca mais.

Tânia Maria Queiroz Boccia Não compro mais na Saraiva, não entregam um livro que comprei desde o dia 27 de junho, um desrespeito.

Amanda Silva eu não compro nunca mais na saraiva. Eles atrasaram muito a minha compra, quando entrei em contato disseram que minha compra tinha sido cancelada. Falta de respeito com o consumidor! Saraiva nunca mais!

Raissa Canhoto eu também estou com esse problema... Eles mudaram a empresa de entregas e tudo virou uma bagunça! Faz quase um mês que estou esperando meus livros!

Gabrielli Oliveira Tive o mesmo problema com a saraiva comprei um livro dia 09 de junho e um mês depois o livro ainda estava em processamento, depois de muita briga eu consegui que fosse entregue, sou dessas que nunca mais compra lá também!

Tereza Obeide Quando é assim, o produto não tá em estoque e eles tão te dando um novo prazo pra poder pedir o produto no fornecedor... É uma falta de respeito isso, sempre reclamei, mas eles nunca ouviram. Eles deviam era levar uma multa alta por colocar produtos indisponíveis à venda, quem sabe mexendo no bolso deles, eles agiriam diferente... Continue no pé deles e não dê esses 11 dias não, comece a cobrar desde o começo da semana que vem que você é consumidora, não palhaça.

É Saraiva... vê se investe em transportes/funcionários de qualidade.

Resenha dos quatro primeiros livros de Diários do Vampiro (sem spoiler).

Bom, comecei a ler o Despertar em 2011, foi um porre, não me lembro o porquê, mas não gostei. Acabei pedindo o Box da série a minha irmã, nem sei por que pedi também. Ela me deu, então tive que ler.
O Despertar é basicamente o encontro entre Elena e Stefan, e a descoberta de que ele é vampiro. Minhas amigas que leram detestaram, alegando ser monótono e que poderia ter sido resumido em um texto.
O Confronto: Elena se sente atraída por Damon e foi ai que comecei a perceber que ela gosta mais dele. Então, começa o triangulo amoroso!
A Fúria: melhor livro dos quatro que li! A autora consegue superar, com uma riqueza de sentimentos, fazendo com que, literalmente entremos na cabeça de Elena e sentimos o que está acontecendo com ela agora que é vampira; mas devo ressaltar que o final me decepcionou, foi previsível, talvez porque eu já tenha assistido a série.
Reunião Sombria: o livro é na maior parte do tempo na perspectiva de Bonnie. Eu gostei, mas o final não foi o que eu esperava. Achei que o livro foi um pouco parado, por isso demorei a lê-lo. Fora que alguns acontecimentos no final foram um tanto quando sem lógica. Mas amei a narração da Bonnie! Acho que gosto mais dela do que da Elena.
Personagens: Gosto dos personagens criados pela L.J Smith, acho eles bem construídos. Tenho uma afeição extrema pelo Matt, Bonnie e Meredith. Obs: nunca gostei do Matt na série.
Conclusão: Os livros são bem pequenos, o maior é Reunião Sombria (252 páginas). É uma leitura que me deixa instigada, já que a autora cria um suspense no inicio do livro que me leva a querer descobri o que é, embora a resolução/desfecho me decepcione, talvez porque seja previsível –para quem já assistiu a série. Meu amigo me disse que os quatro primeiros são apenas a introdução, e que fica ótimo a partir do quinto. Estou animada para ler Anoitecer, porque como ele diz “é a benção vampiresca na terra”, confio no gosto literário dele, é tanto que antes de ler Reunião Sombria ele já trouxe Anoitecer. Podem aguardar resenha do quinto livro, assim que lê-lo posto aqui.


Média: 

P.S espero não me decepcionar.

Saraiva MALDITA! Nunca mais.


Sabe aquela vontade de ler um livro e a ansiedade de espera-lo chegar? Pois estou assim e também com raiva da Saraiva. Comprei meu livro numa dessas promoções de frete grátis, meu pedido foi atrasado (mesmo eu reclamando por providências) e até hoje ainda não chegou. Eles tiveram o prazo de 11 dias úteis e agora mudaram para 22! Se pudesse matar uma loja com certeza acabaria com essa. Eles nunca mais vão ver meu dinheiro. A partir de agora só compro na Sub, Ponto Frio e Extra! Espero que isso nunca aconteça com vocês.

EU QUERO MEUS LIVROOOS!

05 julho, 2014

FanArt Eleanor e Park

   Esse fim de semana estou me sentindo bastante produtiva, acho que é porque deveria estar estudando ao invés de mexer no Blog, cá estou eu. Espero que gostem das mudanças que estou fazendo por aqui! Amo FanArt; separei algumas do livro que estou lendo e a-m-a-n-d-o, Eleanor e Park.

 
 






 
 


                                                       
 

      
                     
                         

     

   

                           

 


                                         

   Espero que tenham gostado tanto quando eu. Estou apaixonada por esse livro; mal posso esperar para terminá-lo. Comprei numa promoção da Saraiva por apenas 12,00 reais + frete grátis! Ansiosa para tê-lo em minhas mãos, comecei a lê-lo em pdf, mas me obriguei a parar e esperar.

Xoxo, Jaque.



Tag cinco romances de fim de tarde

   Acabei de pensar nessa tag, não sei se outra pessoa já fez, qualquer coisa me avisem nos comentários.

   Bom, não sei ao resto da humanidade, mas, entre uma leitura densa e outra eu gosto de ler romances fofos, por puro entretenimento; aqueles que me façam suspirar. A maioria deles são previsíveis, mesmo assim não perdem o encanto. Vou fazer uma lista onde vou colocar os que já li e os que quero ler. Ok? Vamos lá!

Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Queria lê-lo há mais de um ano até que o consegui em uma troca no Skoob. No inicio não gostei, mas acho que aconteceu isso devido a minha depressão-pós-O Hobbit (não gostei desse livro!). É um romance diferente, em que a mocinha não é virgem e tem uma personalidade um tanto quanto peculiar, gosto dessa atitude dela! E é impossível não delirar com o Cricket Bell. Amei muito a leitura, senti a todo momento meu estomago revirar em sinal de animação.


Eleanor e Park
Atualmente estou lendo Eleanor e Park e estou completamente apaixonada. Também é um romance que foge o estereótipo: Eleanor e gorda e Park é coreano. Eleanor não é aquele tipo de personagem principal que quer um príncipe encantado, ela não é meiga muito menos fofa, na minha visão ela é forte. Um romance que você sente a química do casal sem precisar de diálogos entre eles -o que acontece nas 60 primeiras páginas, ou mais. Claro que não é só romance, muitas outras coisas são acrescentadas a história, como o bullying, etc. É um livro ótimo! Tenho que me auto-censurar para não lê-lo, pois comprei e estou esperando chegar.

Princesa Adormecida
É aquele típico romance leve, que você devora em menos de um dia. Eu gostei de Princesa Adormecida, mudaria algumas coisas, como falar mais dos personagens secundários, mas mesmo assim é bom. 





Anna e o Beijo Francês
Nunca li, mas tenho muita vontade. Também é um romance previsível, mas acho que ele tem os seus encantos, a Stephanie Perkins escreve muito bem; na minha próxima compra quero adquiri-lo. 




Lonely Hearts Club
Não é sobre romance, é sobre um pós-romance, mas não deixa de ter romance. É um livro com referência aos Beatles, claramente! Penny Lane terminou seu relacionamento e agora funda um Clube dos Corações Solitários. Eu amei! Tem romance, mas a ênfase da história está nas amizades, em nunca deixá-las por causa de um garoto. Às vezes o príncipe é um sapo e temos que saber seguir em frente.

Gostaram da tag? Já leu algum? Qual acrescentaria?
Xo, Jaque.

04 julho, 2014

Resenha Instituição Para Jovens Prodígios

    Li Instituição Para Jovens Prodígios: A Seleção, há algum tempo. Vou me esforçar para descrever tudo relevante que me lembrar.
   Do subúrbio carioca para uma Instituição de jovens superdotados na Inglaterra, Lara Müller, uma adolescente com todas as frustrações e inseguranças típicas da idade aprenderá que para realizar seu sonho é preciso fazer sacrifícios. Deixando tudo de mais precioso para trás, nossa protagonista precisa encarar uma nova realidade, muitas vezes assustadora... Quando Lara se deixa levar pela curiosidade e é atraída pelos novos ares de Sheffield coisas ligeiramente estranhas começam a acontecer... Por que ela sente como se alguns alunos a conhecessem? Por que parece que já fizera inimigos em tão pouco tempo? E, principalmente, quais os reais interesses dos mantenedores dessa poderosa instituição? Com uma nova melhor amiga ao seu lado, Lara começa a acreditar que está ficando maluca... É normal um pombo se comunicar com uma garota?
     A Seleção é um livro bem introdutório, ele apenas nos dá perguntas e nada de respostas. As cem primeiras páginas do livro é basicamente o cotidiano da vida da Lara, o que achei que poderia ser enxugado em menos páginas. O romance dela com um amigo de escola foi bem forçado, não consegui sentir química entre os dois. Uma coisa que me irritou foi o fato da Lara se achar “ah, se eu disser que passei em terceiro lugar vão me achar uma aberração”. 


      O livro começa a ficar bom quando a Lara para de se lamuriar e vai para Londres. Senti que as coisas vão melhor a partir do segundo volume em que vamos ter mais informações sobre a tal instituição. Gostei dos novos amigos da Lara, mas senti uma descaracterização em relação ao par romântico dela. Estou com muita expectativa para A Traição, quero saber mais sobre o reitor e os mistérios que estão pendentes. Em geral é um bom livro. Vou deixar aqui em baixa a capa do segundo volume. Aliás, essas capas são lindas!






Confira a sinopse (provisória) da continuação da história de Lara Müller e seus amigos: [CONTÉM SPOILERS!!! Se você ainda não leu o primeiro livro e não quer ler possíveis spoilers, cuidado :)]

"Depois de descobrir que a tão aclamada Instituição para Jovens Prodígios não é aquilo que aparenta ser, Lara Müller está em busca de respostas. Principalmente em relação às mudanças que seu corpo está sofrendo e, é claro, em relação aos seus sentimentos. Como lidar com a distância e a saudade que sente da família e de seu melhor amigo do Rio? Como lidar com as novas emoções que assombram sua mente e coração?
Lara aprenderá mais sobre si mesma e sobre os jovens daquela Instituição, mas ainda há muito a descobrir... Hugh Howard, com seus olhos misteriosos e beijos doces, quem ele é e o que ele quer? Irene, com seu sorriso encantador e amizade acolhedora, o que esconde? Patrick, com seu jeito brincalhão, esconde algum passado sombrio? O que aqueles garotos e garotas têm de tão especial?
Lara se deixa levar pela emoção, por ter finalmente se encaixado em um lugar, com um garoto maravilhoso ao seu lado e uma melhor amiga confidente até que... Decisões são tomadas e ela vê sua vida de pernas para o ar.

O que fazer quando tiram de você uma parte importante da sua existência?"

(provável publicação no formato e-book: até dezembro de 2014)

Resenha Princesa Adormecida

    Então eu li Princesa Adormecida da Paula Pimenta. Confesso que comprei por causa da capa, nem sabia do que se tratava a história – a não ser que era uma nova versão do conto de fadas.
    A história é sobre a Áurea que ainda criança tem que se mudar de cidade por causa da ameaça de uma mulher que quer matá-la. Ela então vem para o Brasil morar com seus tios, no livro não fala em qual cidade, eu acho. Nessa nova vida a Áurea agora tem um novo nome, Ana Rosa, e é aquele exemplo de garota. Por conta da ameaça os tios limitam muito a saídas dela. Áurea é impedida de ter um namorado, mas aparece um garoto.

     Basicamente o livro é sobre isso. É um romance previsível, mas não deixa de ser fofo. A Paula tem uma escrita bastante fluida (devorei em menos de dois dias), embora tenha me irritado algumas coisas, como: “...”, “!” e ao escrever sobre as amigas da Ana Rosa ela coloca “A Clara falou” e porque não “Clara falou?”, senti que empregou muita exclamação e reticências em lugares que não vi necessidade. Senti falta do incisivo nos diálogos, isso poderia facilmente substituir as exclamações exacerbadas.
    O romance foi um tanto quanto rápido para eles se gostarem; teve uma parte no final que acontece uma coisa lá depois entra uma desculpa que não me convenceu. Ela poderia ter trabalhado mais a questão do primeiro amor, as dúvidas que a garota sente, os medos, esse tipo de coisa. Os personagens secundários foram deixados de fora, a Paula poderia ter falo mais a respeito deles, colocado mais convicção na antagonista também.

    Bom, para você que está à procura de um romance leve de fim de tarde eu indico, mas se está em busca de uma história mais elaborada que vai lhe fazer repensar a vida acho que essa não é a melhor escolha.
    Devo acrescentar que esta edição está lindíssima. Parabéns ao Túlio Cerquize e Renato Guedes!